Yeda Crusius sobre Eduardo Leite: “Ele representa um modo de fazer política pelo PSDB que poderia tomar conta do Estado outra vez”

A deputada federal e ex-governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, se posicionou a respeito das eleições de 2018, da reforma política e da reforma tributária no Pelotas 13 Horas desta quinta-feira (24).

Questionada sobre um possível nome do PSDB para concorrer ao Palácio Piratini em 2018, Yeda foi enfática.

– Está sendo feito um trabalho muito sério por todos, mas em especial pelo Eduardo Leite. Ele representa um modo de fazer política pelo PSDB que poderia tomar conta do Estado outra vez. O Eduardo Leite é o principal nome. E eu acho que deveríamos ter candidatura própria – afirmou Yeda.

Yeda revelou ser contra a ideia do ‘distritão’ e da aprovação do fundo eleitoral de R$ 3,6 bi, afirmando que a Reforma Política deve ser mais ampla.

A deputada defendeu a reforma tributária dizendo que a economia brasileira depende desta reforma.

– A reforma visa simplificar, desburocratizar e tornar mais justo o sistema tributário brasileiro, acabando com os principais males atuais, como regressividade (os mais pobres têm uma carga superior aos mais ricos), complexidade, burocracia e excesso de renúncias fiscais – finalizou.

Fonte: Por Anderson Largue – Pelotas 13h
Data da Notícia: 24/08/17

Deixe um Comentário