Única governadora da história do PSDB e do RS, Yeda Crusius fala sobre representatividade em entrevista à Rádio Guaíba

Esta semana foi inaugurada a Galeria dos Governantes do Rio Grande do Sul em comemoração ao centenário do Palácio Piratini, sede do governo gaúcho. Entre eles, está a única mulher a administrar o estado na história: Yeda Crusius. Ela esteve a frente do governo do Rio Grande do Sul de 2007 a 2010. Seus feitos na gestão foram históricos. Ela liderou o projeto de desenvolvimento que conquistou o Déficit Zero em 2008, ano que registrou altas taxas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), além de melhorias em todos os indicadores sociais.

Em entrevista ao programa Esfera Pública da Rádio GuaíbaYeda Crusius chamou a atenção para a sub-representatividade feminina na política. A tucana salientou a importância de ações para incentivar o aumento da participação das mulheres na política. Yeda afirmou que, apesar dos avanços conquistados pelo Secretariado, pouco mudou para as mulheres no quesito participação política em âmbito nacional. E citou como exemplo o fato de ter sido a única governadora mulher eleita pelo PSDB em toda a história do partido.

Para a presidente do PSDB-Mulher Nacional, ainda temos um longo caminho a percorrer rumo à tão sonhada paridade de gênero.

100 anos de história

Durante a entrevista à Rádio Guaíba, Yeda Crusius também relembrou histórias de quando foi governadora do Rio Grande do Sul, e a responsável por algumas reformas no centenário Palácio Piratini. Entre elas, a restauração do piso de madeira do Salão Negrinho do Pastoreio, feito nos mesmos moldes do original.

Entre as curiosidades reveladas pela ex-governadora estão ainda a reforma do porão do Palácio, que abriga o comitê de jornalistas que cobrem o Governo do Estado.

O local é parte importante da história brasileira: é onde funcionou a rádio da Legalidade, de onde o então governador Leonel Brizola convocava a população gaúcha e brasileira a apoiar o movimento que visava assegurar a posse do vice-presidente João Goulart após a renúncia de Jânio Quadros, em 25 de agosto de 1961.

Site do centenário

Mesmo completando um século de história, o Palácio Piratini ainda é desconhecido para muitos gaúchos. Como parte da celebração do centenário, o patrimônio gaúcho ganha um site especial, www.palaciopiratini.rs.gov.br, para que esse espaço histórico também passe a fazer parte do mundo virtual, proporcionando que seus detalhes sejam conhecidos por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo.

O novo portal traz um panorama geral da história e da atual realidade da sede do Executivo, incluindo linha do tempo, visita virtual, fotos oficiais dos ambientes e do acervo artístico-cultural. Em uma segunda etapa, estarão disponíveis sessões com conteúdos especiais voltados à compreensão do espaço e acervo presente no palácio.

Fonte: Do site do PSDB-Mulher Nacional
Data da Notícia: 22/05/2021

2021-06-05T23:39:03-03:00 22 de maio de 2021|Tags: , , , , |

Deixe um Comentário