PSDB-Mulher sai na frente e lança oficialmente o curso de capacitação em EaD na Plataforma Digital

PSDB-Mulher inova preparando mulheres para as eleições 2020 com educação à distância

Sob o comando da presidente Nacional do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, a Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020 lançou oficialmente o curso de capacitação em EaD – Educação à Distância. O evento aconteceu na sexta-feira (31/07) às 11h, por meio do canal oficial da Plataforma no Youtube. “Esta Plataforma aprofunda uma experiência que em 2018    nos permitiu eleger mais mulheres deputadas federais, mais estaduais e uma senadora. Temos tantas novidades e são tão importantes. Essa campanha será diferenciada e virtual, na Era do Coronavírus. É uma plataforma riquíssima que irá capacitar as mulheres nas eleições municipais 2020”, explicou Yeda.

Em 2020, o PSDB-Mulher se organiza para lançar cerca de 10 mil nomes femininos nas eleições municipais. A meta é repetir o sucesso alcançado nas eleições de 2018, que garantiu um aumento de 60% na bancada feminina do PSDB na Câmara dos Deputados e de 33% nos estados, além de eleger uma senadora por São Paulo. Mais de 153 milhões de eleitores devem ir às urnas para eleger prefeitas, vice-prefeitas e vereadoras. Diante da nova realidade imposta pela pandemia do coronavírus, a preparação virtual para o pleito é fundamental.

Como surgiu a Plataforma?

O coordenador geral do projeto, sócio-diretor da empresa Beacon Comunicação, Wagner Paez, ao apresentar a Plataforma, contou um pouco da história do projeto. “Foi um desafio muito grande, porque identificamos que havia um potencial incrível das candidatas, mas elas infelizmente não tinham um suporte que poderiam ter dos partidos para participar dessas campanhas”. Wagner relembrou que durante as eleições majoritárias de 2018, o PSDB-Mulher disponibilizou kits-campanha, que continham vídeos, material gráfico, material digital e site oficial personalizado. “Foi um projeto de sucesso que teve repercussão nacional, muito elogiado pelo TSE, por que conseguimos construir um material riquíssimo para as candidatas”.

Wagner Paez destacou alguns benefícios que o kit-campanha trouxe à época. “Isso fez com que as candidatas em 2018 conseguissem focar muito mais no movimento de buscar o voto, do que se preocupar com questões burocráticas, como contratar uma agência, contratar uma produtora, fazer um vídeo, cuidar das redes sociais, da internet, fazer um post, criar um site. São questões que fazem perder muito tempo”.

O coordenador destacou que em 2018, o desafio era apoiar 300 candidatas a cargos majoritários. Hoje o desafio é apoiar mais de 10 mil candidatas, além de ser em um momento trágico, de isolamento, por conta da pandemia do coronavírus. “Estamos nós, nesse ambiente. Como faremos campanha de uma forma protegida, segura e verdadeira, preservando a saúde de todos? Tudo isso faz com que seguimos para o ambiente digital. Por isso a Plataforma”.

Segundo ele, o projeto é grande, extenso e nasceu efetivamente no começo de junho. “Hoje a gente lança de fato a nova página da Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020. Convido todas as pré-candidatas, todas as mulheres do PSDB-Mulher, mulheres que queiram entrar na política, que queiram conhecer um partido e um segmento que realmente investe na participação da mulher na política do Brasil. Construímos um ambiente que só tende a evoluir”, enfatizou Wagner Paez.

O que proporciona a Plataforma?

Há um vídeo de apresentação no site oficial, que apresenta todos os produtos disponíveis. Cinco são os pilares sólidos desta Plataforma: o primeiro é o próprio portal, www.plataformapsdbmulher2020.com.br, que já está no ar. Há palestras interativas de capacitação ao vivo; encontros nacionais e regionais com as mais marcantes mulheres do PSDB-Mulher; debates sobre temas relevantes e interessantes, com assuntos relacionados às Eleições 2020; experiências de sucesso e apresentação das dificuldades e dos desafios vividos à frente dos mandatos federal, estadual e, principalmente, municipal. Todos os eventos virtuais foram gratuitos, realizados ao longo do mês de julho, e já estão disponibilizados no canal oficial da Plataforma no Youtube.

Além da “prata da casa”, que é o curso de capacitação em EaD, há a disposição das usuárias a cartilha “Bandeiras Eleitorais 2020 – Mulheres nas Cidades”, que contém os princípios e o DNA do PSDB-Mulher; o Manual Voto Legal 2020”, com todas as informações mais importantes sobre a legislação eleitoral; o e-Book “O Brasil precisa de nós”, um livro digital que traz, além das bandeiras do segmento, uma coletânea das principais conquistas durante os 21 anos de existência do segmento, entre outros produtos.

Durante a apresentação do site, Wagner lembrou que para acessar todo o conteúdo do curso de capacitação EaD é preciso fazer o cadastro no site. “Para consumir o material, estamos trazendo para a Plataforma pessoas cadastradas. Não iremos restringir o acesso de ninguém, é uma democratização do conteúdo, porém é importante cadastrar para que podemos entrar em contato, a fim de nos comunicar com vocês e mantê-las informadas”.

Ainda foi criada uma comunicação direta, focada nas necessidades das pré-candidatas do PSDB-Mulher, por meio das redes sociais – Facebook, Instagram e Youtube – e também o Jornal da Plataforma, que já está em sua terceira edição, com editorial do segmento e conteúdo exclusivo. A presidente Yeda informou que tanto a cartilha com as Bandeiras Eleitorais, quanto o Manual Voto Legal e as duas primeiras edições do Jornal da Plataforma serão enviadas pelos Correios para todas as filiadas do PSDB-Mulher e para aqueles que se cadastraram na Plataforma.

Yeda Crusius destacou outros produtos que o PSDB-Mulher produziu recentemente: a Medalha Ceci Cunha; os revistas e os painéis do PSDB Brasileiras/ PSDB-Mulher e agora o curso de capacitação em EaD. “Nós mulheres temos que dar as mãos para aquelas que não têm a mesma oportunidade e a mesma vivência para viver no mundo virtual”, enfatizou a presidente.

Como funciona o curso EaD?

O coordenador do curso de capacitação EaD, Fábio Modena apresentou o curso, informando que foram convidados 15 professores para a fase inicial, entre profissionais de marketing e comunicação, profissionais de contabilidade, direito eleitoral, além das mulheres do PSDB-Mulher, que reforçaram as Bandeiras Eleitorais para 2020.

Foi um desafio trazer o máximo de conteúdo para as mulheres do PSDB-Mulher. Já preparados 81 filmes com variações de um a 10 minutos, com informação precisa e necessária, sem perder muito tempo. Para essa primeira fase, preparamos quatro módulos, que abrangem todas as etapas da mulher durante a campanha, desde a vocação de se tornar candidata, até a prestação de contas”, explicou Fábio.

Os módulos da primeira fase são: Módulo I: “Quero ser Candidata”; Módulo II: “Bandeiras do PSDB-Mulher”; Módulo III: “Você na Pré-Campanha”; e Módulo IV: “Sua Campanha Eleitoral”. Ainda estão disponíveis para as alunas as “Pílulas do Conhecimento Político”, pequenos vídeos com conteúdos grandiosos que irão nortear a jornada da candidata. O currículo de cada um dos professores também está no ambiente virtual da Plataforma.

O curso traz informações relevantes para os diferentes assuntos, como financiamento coletivo (vaquinha online), criação de estratégia de redes, marketing digital e pessoal, legislação eleitoral, como cuidar das contas da campanha, dentre outros. A próxima fase trará algumas aulas no formato masterclass com expoentes do cenário político e eleitoral, que dividirão, também na plataforma de EaD, conhecimentos e experiências. “O EaD te permite fazer o curso na hora que você quiser. É muito rica a nossa Plataforma. Essa é uma história que a gente registra para constar nos registros históricos das eleições municipais 2020, quando o PSDB-Mulher saiu na frente. (…) A vida está nas cidades. Essa eleição vai ser talvez a mais importante que eu já tenha vivenciado”, afirmou a presidente Yeda Crusius.

Wagner Paez destacou que ainda terão novos produtos a serem lançados, tais como podcasts, kits-candidata exclusivos como os de 2018, chats para responder dúvidas, entre outros. “Quando a campanha iniciar, serão seis semanas de campanha e iremos acompanhar vocês através do ambiente digital, disponibilizando material semana a semana. O PSDB-Mulher não está para brincadeiras. Esse ano viemos para fazer uma campanha espetacular e ajudar a eleger o maior número de mulheres”, finalizou o coordenador geral do projeto.

Para assistir novamente o lançamento do curso EaD, acesse o Canal Oficial da Plataforma no Youtube https://youtu.be/KSJjaZmFBjc.

Fonte: Do Jornal da Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020
Data da Notícia: 31/07/2020

2020-07-31T17:07:15+00:00 31 de julho de 2020|

Deixe um Comentário