Em encontro virtual, Yeda Crusius apresenta Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020 aos pré-candidatos de SC

Com uma campanha eleitoral que será realizada majoritariamente de forma virtual neste ano, a presidente nacional do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, apresentou, nesta segunda-feira (17/08), aos pré-candidatos de Santa Catarina a principal ferramenta tecnológica de apoio e capacitação política do segmento feminino: Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020. Em encontro virtual com a participação do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, e da deputada federal e presidente do PSDB de Santa Catarina, Geovania de Sá, os tucanos tiraram dúvidas sobre as novas funcionalidades.

“Nós percebemos a grande necessidade de se conhecer as ferramentas que o PSDB tem”, destacou Geovania de Sá. A presidente do partido em Santa Catarina ressaltou que o estado está motivado a utilizar os meios digitais para ampliar os seus quadros no pleito deste ano, especialmente no que diz respeito à participação feminina na política. “Hoje, a nossa situação é de um povo aguerrido. Estamos indo para as urnas com aproximadamente 140 candidatos a prefeitos e prefeitas. Temos uma média de 15 mulheres com grandes chances de se elegerem a prefeitas no estado”, afirmou.

A presidente Yeda Crusius destacou que a Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020 oferece às pré-candidatas cadastradas cursos de capacitação política online EAD e cartilhas virtuais com informações, e por meio da ferramenta, as candidatas do partido também poderão receber um kit que conta com consultoria jurídica e contábil na prestação de contas, além de material gráfico e apoio na confecção de vídeos de campanha e áudios.

Ponte para o futuro

Para a presidente nacional do PSDB-Mulher, o uso das redes sociais e mídias digitais é a ferramenta mais democrática que o partido pode utilizar na construção de uma ponte para o futuro. “Desde 2019 a gente se prepara para esse mundo a que a pandemia nos puxou, para esse patamar de emergência. Quando se quebra a interação física, você tem que redescobrir como atingir o objetivo de capacitar as pessoas. Rede é interação. Nós queremos fazer parte disso”, disse.

Yeda Crusius salientou que um dos principais objetivos da plataforma é capacitar o maior número de candidatas possível com o apoio do Fundo Partidário. “Temos capacitado há 21 anos mulheres para a política no PSDB-Mulher. Não só para trazer mulheres para a política, mas para eleger. Alguma coisa está errada quando apenas 10% dos postos políticos estão nas mãos de mulheres. Temos que mudar isso”, considerou.

Reconhecendo a dificuldade de se fazer campanhas virtuais onde o acesso à internet ainda é limitado, a Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020 oferece ainda um canal de rádio e televisão para integrar tucanas do país inteiro que não têm a tecnologia digital à sua disposição. Ainda assim, a presidente do segmento acrescentou que apesar de a plataforma ter sido pensada e feita por mulheres, ela não é restrita a elas, já que os pré-candidatos tucanos também podem se beneficiar dos cursos de capacitação online.

“A democracia na Plataforma Digital é uma ponte enorme com cinco pilares, que sustentam a travessia entre aqueles que acreditam que política é a maneira de resolver os problemas e as eleições”, pontuou Yeda Crusius.

PSDB-Mulher à frente

Presidente estadual do PSDB-Mulher em Santa Catarina, a ex-prefeita de Camboriú (SC) Luzia Coppi ressaltou a importância da Plataforma Digital na capacitação política das pré-candidatas de primeira viagem. “Já fui candidata várias vezes. Tenho cases de sucesso, mas também várias vezes em que perdi a eleição. Eu nunca tive em mãos um instrumento como o que o PSDB-Mulher está dando agora. Ir ao digital para ver como é que se faz uma ata, como é que se publica. Você pergunta para um advogado e horas depois a resposta já vem, tira as suas dúvidas, auxilia com a burocracia. Política tem muito a ver com o contato físico, mas nós estamos vivendo um novo momento. As ferramentas tecnológicas vêm para nos ajudar nisso”, disse.

Nos comentários do chat, tucanas também se manifestaram em favor das inovações oferecidas pela ferramenta. “Fiz meu cadastro na plataforma agora, muito bom! Parabéns! Sou pré-candidata pela primeira vez, e estou muito feliz com o apoio recebido em tão pouco tempo”, escreveu a pré-candidata Sônia Regina Lino.

Já a coordenadora do PSDB-Mulher na região Nordeste, Iraê Lucena, parabenizou o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, e a presidente nacional do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, pelas facilidades oferecidas aos pré-candidatos pelas novas ferramentas digitais. “O PSDB e o PSDB-Mulher saíram na frente de outros partidos com essa plataforma digital”, completou a tucana.

PSDB: de analógico a digital

No encontro virtual, que contou com a participação de cerca de 280 tucanos, também foram apresentados aos pré-candidatos as facilidades oferecidas pelo PSDB Digital, ferramenta que vai auxiliar na realização de convenções virtuais; do PSDB Legal, que oferece apoio jurídico; além da Cartilha do Candidato, elaborada pelo PSDB de Santa Catarina.

O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, ponderou que o partido passa por um processo de renovação, de analógico a digital. “Começamos a realizar reuniões virtuais da Executiva Nacional antes mesmo da pandemia. As decisões passaram a ser mais rápidas, mais efetivas. Passamos a construir um processo de nos comunicarmos com a sociedade”, analisou Bruno Araújo. “O PSDB nunca trabalhou na pessoa física. A nossa riqueza é nossa diversidade de lideranças políticas e regionais”, apontou.

O presidente nacional do partido salientou que organização político-partidária tem resultados quando há mobilização. Por isso, iniciativas como o PSDB Digital e o PSDB Legal são um diferencial na capacitação dos pré-candidatos da legenda. “O PSDB Legal possibilita chegar com uma estrutura jurídica para todos os cantos do Brasil, desde as pessoas mais humildes aos nossos candidatos mais consolidados”, explicou. “Com o PSDB Digital temos uma base digital das convenções, utilizando instrumentos para dialogar, fazer discursos, propostas, escrituração, instrumento legal das atas para apresentar aos Tribunais Eleitorais do seu município. É um espaço de formação dos quadros do partido. Formação intelectual, acadêmica, compartilhada com todo o Brasil”, assegurou.

Sobre a Plataforma Digital PSDB-Mulher 2020, Bruno Araújo destacou ainda que a “robusta” ferramenta permite o avanço da participação da mulher na vida pública. “O PSDB do século 21 é digital e chega a todos os recantos do país”, completou.

Fonte: Do site do PSDB-Mulher Nacional
Data do Artigo: 18/08/2020

Deixe um Comentário