Artigos

Licença para viver

Concordamos que vivemos essa sensação de mal estar na civilização, descrita por Freud no seu tempo (1856/1939), derivada do choque entre o indivíduo e a sociedade que ele mesmo cria. Como pode o solitário indivíduo entender o porque dessa sensação para, ao entender, achar o modo de se livrar desse mal estar?

No sumário dessa discussão, a possibilidade de robôs ganharem inteligência, mas não humanidade, e passarem a controlar o Homem, seu criador. Mas vamos por partes. Vamos refletir juntos sobre a repetição da história. 

2022-05-31T18:09:45-03:00 31 de maio de 2022|Tags: , , , , |

O passado está de volta, ou a vida é agora

Dando continuidade às reflexões sobre o sentimento de mal-estar geral dos tempos que vivemos, trago hoje mais uma crônica.  Agora, na década de 2020, há um novo fator, de natureza tecnológica. Nos perguntamos se o uso dessas fascinantes invenções pela mesma Humanidade que as criou não pode ser classificado como uma nova peste: a que desumaniza as sociedades pelo avanço da Internet 5.0 (IA), seus donos, e suas realidades paralelas. Engenheiros do caos, rupturas, Fake News. Ameaçam de morte as democracias liberais, conquista da consciência da capacidade destrutiva das grandes guerras. Vamos lá com a pergunta: invenções que foram vistas como criadoras de liberdade via comunicação podem ser o velho “criador contra a criatura”? Pode se transformar em um instrumento de controle, de repressão e de violência ameaçando o que há de humano nas sociedades?

 

2022-05-31T17:49:05-03:00 30 de maio de 2022|Tags: , , |

O mal-estar dos anos 20

Hoje estou vestida do luto por tantas coisas que não tem conserto, que fazem parte da realidade noticiada. Sequencialmente, tirando o fôlego. Profundo luto. Não apenas pelas vidas perdidas na Ucrânia ou pelo retorno às estatísticas de contágio e morte pelo coronavírus transmutado, nem pela estatística do desmatamento programado ou pelas crianças mortas no massacre da escola da cidadezinha do Texas, nem pela notícia da morte por acidente de Jesse Kox com seu golden retriever chamado de Shurastey, ou pelo veto do presidente ao título para a psiquiatra Nise da Silveira. Agora me chega a notícia da morte de David Coimbra.

2022-05-31T17:49:52-03:00 27 de maio de 2022|Tags: , , |

Porto Alegre de 2022 na Espanha de 2014

Nesta crônica, busquei memórias de acontecimentos e citação de artigos que trazem pontos comuns entre guerra, terceira via e eleições. Um desses acontecimentos foi o 15 de maio de 2014 e as profundas mudanças que permitiram emergir na cena política Pedro Sanchéz, hoje o Primeiro Ministro da Espanha. Foi um dos líderes do M15, movimento formado em 15 de maio de 2014 durante as eleições espanholas, sendo eleito e reeleito desde então para conduzir a política parlamentarista daquele país a partir da condução do país por uma Terceira Via. Neste 2022 no Brasil, nas eleições gerais, busca-se também a construção de uma Terceira Via que nos leve longe dos extremos, que nos apertam e sufocam desde 2018. Venha conferir mais trechos históricos que nos levam a entender melhor a nossa atual conjuntura. Bom proveito!

Vírus não morrem, adormecem

Neste artigo relato como eu, em meio à estimulante descoberta de navegar pelos teclados em plataformas, mas continuando com as canetas, as telas do kindle, os bordados, as tintas e os pincéis, vou experimentando mergulhar na busca da “consciência de mim”, como pessoa dessa geração que escreve depois de ter tanto experimentado na ação cotidiana da interação com O Outro. Aproveito ainda a riqueza contida nos streamings da vida, que trazem toda a filmografia mais o mundo pelo YouTube, ilimitado. E vou formando a minha lista. Compartilho. E peço a sua, fruto desse isolamento forçado, caro leitor, cara leitora.

2022-05-30T23:18:38-03:00 28 de fevereiro de 2022|Tags: , , , , |

A distância entre intenção e gesto

Obrigada João Doria. O João da Bia. Com esse gesto, dá veracidade à sua intenção de governar o Brasil para mudá-lo, tirando-o dessa vereda de desumanização em que se meteu. Me emociona como me emocionou Itamar Franco (tuitei, vão lá). Esta terra não “cumprirá seu ideal, ainda vai tornar-se um imenso Portugal” colonizador e escravagista. Porque não é esse o nosso ideal. Feliz Aniversário!

2022-05-30T23:18:14-03:00 16 de dezembro de 2021|Tags: , , , , , |

LAR OU EXÍLIO?

Neste artigo, falo um pouco sobre o domínio da Era Digital sobre as nossas vidas usando como referência o livro A era do capitalismo de vigilância: a luta por um futuro humano na nova fronteira do poder, de Shoshana Zuboff. Uma boa pedida para entendermos as mudanças na cultura que nos leva para o mundo virtual. 

Tecnologias, marcas e política

Nossas escolhas — da política ao consumo — são feitas de símbolos que nos ligam emocionalmente a quem ou a que escolhemos, de produtos a votos. Marcas são importantes para o sucesso político ou o lucro empresarial. São premiadas aquelas com os produtos mais lembrados pelo consumidor. O voto se decide por líderes e partidos que fizeram nossa história. Produtos e partidos estão mudando de nome, e isso tem duas razões: estão desacreditados, porque são vinculados a coisas ruins e ficaram obsoletos, precisando se adaptar a uma nova realidade.

2022-05-30T23:19:41-03:00 2 de dezembro de 2021|Tags: , , , |

Primárias do PSDB e outras candidaturas ôcas

Compartilho artigo de Fernão Mesquita, do Vespeiro, que trata de prévias na história. É opinião externa ao PSDB, com informações e críticas que podem servir ao aprimoramento da Democracia como a praticamos. Há muito defendo a inclusão de ações de democracia direta para aperfeiçoar nosso sistema partidário/eleitoral, que tem deixado a desejar para uma evolução na relação sadia entre eleitores e eleitos.

2022-05-30T23:19:47-03:00 29 de novembro de 2021|Tags: , , |