Bancada do PSDB na Câmara conta com três novos parlamentares

A bancada do PSDB na Câmara dá início aos trabalhos legislativos de 2017 com três novos deputados: Adérmis Marini (SP), Yeda Crusius (RS) e Izaque Silva (SP). Os tucanos assumiram o mandato após a saída de parlamentares que assumiram cargos municipais em todo o país. Com a mudança, o PSDB passa a ter 47 deputados federais em exercício.

PERFIS

O primeiro a tomar posse foi Adérmis Marini, de Franca (SP). Em 2012, ele se elegeu vereador pela primeira vez. Nas últimas eleições, o tucano foi o vereador reeleito mais votado da cidade. Marini foi candidato a deputado federal em 2014 e assume o cargo após a saída de Duarte Nogueira, novo prefeito de Ribeirão Preto (SP).

Formado em economia e pós-graduado em administração, o deputado atuou como líder estudantil, presidindo o Movimento Estudantil Francano. Foi líder do PSDB na Câmara Municipal de Franca. Foi presidente e fundador da ONG “Construtores Sociais”, coordenou o Conselho da ONGs de Franca, foi diretor do Lar de Idosos Euripedes Barsanulfo, foi diretor e fundador da ONG Adosangue, atuou como conselheiro e presidente no Conselho da Ordem DeMolay, membro da Loja Maçônica Vigilância e Segredo.

Por sua vez, Yeda Crusius entra no quarto mandato como deputada federal. A tucana atuou na Câmara entre 1995 e 2007. Ela foi governadora do Rio Grande do Sul entre 2007 e 2010. Na Câmara, já ocupou a presidência da Comissão de Finanças e Tributação e participou de inúmeras comissões especiais e externas.

Yeda é economista formada pela Universidade de São Paulo (USP), com mestrado pela Vanderbilt University (EUA). A tucana foi ministra do Planejamento do ex-presidente Itamar Franco em 1993.

Izaque Silva assume o primeiro mandato como deputado federal. O parlamentar está no sétimo mandato como vereador em Presidente Prudente (SP), tendo sido eleito pela primeira vez em 1992. Foi o candidato a vereador mais votado na cidade nas eleições municipais de 2016. Nas eleições de 2014, Silva obteve 33.724 votos para deputado federal e ficou como suplente da coligação formada pelo PSDB, pelo DEM e pelo PPS.

O tucano é técnico em gestão e há mais de 40 anos mora em Presidente Prudente, onde sempre se dedicou a entidades sociais, esportivas e culturais. Na Câmara Municipal, já atuou como presidente, 1º secretário, 2º secretário, e membro de todas as comissões permanentes.

Os novos parlamentares assumiram após a saída de tucanos eleitos em municípios. São eles: Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão Preto (SP), Nelson Marchezan Júnior, prefeito de Porto Alegre (RS), Bruno Covas, vice-prefeito de São Paulo (SP), e Max Filho, prefeito de Vila Velha (ES).

Por Elisa Tecles
Fonte: Do site do PSDB na Câmara
Data da Notícia: 07/02/2017

2018-02-20T11:28:03-03:00 7 de fevereiro de 2017|Tags: , , , , |

Deixe um Comentário