Ampliar o espaço da mulher depende de unidade

Crédito da foto: George Gianni

Na reunião da Executiva Nacional do PSDB-Mulher, desta quarta-feira (13), as presidentes do segmento nos estados destacaram a preocupação com o retrocesso de políticas sociais em nível federal. As tucanas reiteraram que o caminho da mudança é a partir da definição de ações para as eleições internas marcadas para dezembro deste ano.

Crédito da foto: George Gianni

A presidente do PSDB-Mulher, Solange Jurema, destacou a importância das discussões entre as representantes de todo país e as preocupações comuns que as guiam. “Realmente estamos preocupadas com a obediência do Estatuto do partido e o Regimento Interno do PSDB-Mulher, assim como alguns desmontes na área social que observamos”, disse ela, lembrando que a união em torno de propósitos é fundamental.

Para a presidente de honra do PSDB-Mulher, a deputada Yeda Crusius (PSDB-RS), a evolução depende da participação das mulheres na política e esta alternativa só ocorre por meio da democracia e de votações.

Crédito da foto: George Gianni

“O PSDB mulher está numa fase nova.  Chegamos até aqui por frutos de passos dados. Esse empoderamento só nos temos entre os partidos que eu conheço. É na eleição em cada estado que a gente se empodera”, disse a deputada.

A presidente do PSDB-Mulher do Espírito Santo, vereadora de Vitória Neuza de Oliveira (PSDB), defendeu ainda o incentivo à unidade e às parcerias. “A gente tem que unir as mulheres porque a divisão dos segmentos não contribui”, ressaltou. “A gente tem de trabalhar pelos direitos das mulheres cada vez mais.”

Data da Notícia: 13/09/17
Fonte: Do Site do PSDB Mulher

2018-02-28T14:06:11-03:00 13 de setembro de 2017|Tags: , , , , |

Deixe um Comentário