Yeda Crusius lamenta morte trágica de Gerson Camata

Foto: Agência Brasil

A presidente nacional do PSDB-Mulher lamentou, por meio de nota, a morte trágica do ex-governador do Espírito Santo, Gerson Camata. O político foi assassinado a tiros na tarde desta quarta-feira numa calçada, na rua Joaquim Lírio, na Praia do Canto, um dos bairros de classe média de Vitória.

“Tempos difíceis pelos quais passamos! Que neste dia, tirou do convívio do seio de uma família, um pai, um avô, um marido e amigo de tantos. O Espírito Santo perde um homem público que dedicou boa parte de sua vida ao estado”, disse Yeda.

De acordo com informações do Jornal o Globo, Camata foi morto com um tiro no peito, próximo a axila esquerda. O assassino seria um homem magro, baixo e de cabelos brancos. Depois de atirar contra o ex-senador, o matador atravessou a rua calmamente, levantou a camisa, colocou a pistola na cintura e fugiu do local. Logo depois um suspeito foi preso, que seria ex-assessor de Gerson Camata.

O político que já foi governador (1982), senador (1987-2011), deputado federal (1975-1983) e estadual (1987-2011) pelo Espírito Santo, era casado com a ex-deputada tucana Rita Camata.

Formado em economia, Gerson Camata se destacou a partir de um programa de televisão, no Espírito Santo, nos anos de 1960. A partir daí, foi para a política, sendo eleito governador, senador e deputado federal. Na Constituinte, Camata defendeu o mandado de segurança coletivo, a jornada semanal de 40 horas, o aviso prévio proporcional, o voto aos 16 anos, o presidencialismo, o mandato de cinco anos para presidente e a criação de um fundo de apoio à reforma agrária. Camata foi o autor do Estatuto do Desarmamento, quando senador.

Leia a íntegra da nota:

O PSDB-Mulher se solidariza, neste momento de dor e tristeza, com a nossa querida amiga Rita Camata, sua família e amigos, diante da tragédia ocorrida com o ex-governador e ex-senador Gerson Camata.

Tempos difíceis pelos quais passamos! Que neste dia, tirou do convívio do seio de uma família, um pai, um avô, um marido e amigo de tantos. O Espírito Santo perde um homem público que dedicou boa parte de sua vida ao estado.

Esperamos que o crime seja investigado e os responsáveis julgados o quanto antes.

Deixamos aqui o nosso abraço carinhoso à família Camata!

Deputada Yeda Crusius
Presidente Nacional do PSDB-Mulher

Reportagem Shirley Loiola
Fonte: Da Assessoria do PSDB-Mulher Nacional
Data da Notícia: 26/12/2018

Deixe um Comentário