Tucanas lançam nome de Yeda Crusius para presidência Nacional do PSDB

Foto: Dennys William

Na primeira reunião da coordenação Executiva do Secretariado Nacional do PSDB-Mulher com a nova bancada feminina do partido na Câmara e Senado, nesta terça-feira (27), o nome da ex-governadora e deputada federal Yeda Crusius (RS) foi lançado para a Presidência Nacional do PSDB.

Para a senadora eleita Mara Gabrilli (PSDB-SP), o nome de Yeda pode ser o ponto de equilíbrio do partido em meio a um profundo quadro de divisão interna, por transitar bem entre os principais líderes tucanos, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-governador Geraldo Alckmin, o senador José Serra e o governador eleito João Dória.

“Você é a cara e o ponto de congruência que o PSDB precisa”, defendeu Mara, puxando o coro das colegas de bancada e representantes do Secretariado Nacional.

Como uma das fundadoras do PSDB, Yeda Crusius ocupou a tribuna da Câmara, logo após as eleições, para fazer uma análise do cenário político brasileiro, que, na sua opinião, fecha um ciclo iniciado na estruturação da Assembleia Nacional Constituinte.

Na avaliação da coordenação Executiva do Secretariado Nacional do PSDB-Mulher, o resultado das eleições obrigatoriamente deve levar o partido a promover uma reflexão profunda sobre o seu futuro para conseguir retomar seu papel de destaque na cena brasileira.

Manifesto

Ao final da reunião, foi elaborado um manifesto em apoio à indicação da deputada federal Yeda Crusius para a presidência do PSDB. Leia o texto na íntegra:

A coordenação Executiva do Secretariado Nacional da Mulher do PSDB, a senadora eleita Mara Gabrilli (SP) e as deputadas federais eleitas e reeleitas aprovaram, em reunião realizada nesta terça-feira (27), em Brasília, o lançamento da candidatura da deputada federal Yeda Crusius (RS) à presidência do PSDB nas convenções de maio de 2019.

As mulheres, que representam quase 50% dos filiados do partido e aumentaram em 60% sua representação no Congresso Nacional e em 30% nas Assembleias Legislativas, consideram que, assim, estarão em sintonia com o resultado das urnas.

O nome de Yeda Crusius, atual presidente do PSDB-Mulher, reúne todas as condições para dirigir o partido neste momento em que a população exige mudanças e também sensibilidade para responder as aspirações do conjunto da sociedade.

Pela sua história de vida, seu bom trânsito entre diversas correntes do partido e sua inquestionável fidelidade partidária, Yeda Crusius é a pessoa mais adequada para reconstruir e pacificar o PSDB.

Brasília, 27 de novembro de 2018

Fonte: Assessoria do PSDB-Mulher Nacional
Data da Notícia: 27/11/18

Deixe um Comentário