Dia Internacional da Mulher

Uma história a celebrar

O Brasil mata suas mulheres, uma a cada duas horas, e isso tem que parar. Ampliar nosso espaço de poder e atuação e contribuir para mudar a cultura da violência que o país enfrenta, é a melhor maneira de honrar as mulheres que nos precederam, e garantir que os próximos Dias Internacionais da Mulher sejam mais justos.

Delas, para elas, com elas

Hoje (8) é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Essa data celebra as lutas das mulheres por melhores condições de trabalho, melhores salários, direito ao voto, dentre outros tantos pleitos por igualdade. A escolha do mês de março é motivada por um incêndio de uma fábrica têxtil de Nova York, em 1911, quando cerca de 130 operárias morreram carbonizadas, mas desde antes desse desastre, as mulheres já vinham lutando contra a diferença entre os sexos.

Um infinito por fazer

Amanhã comemoramos o Dia Internacional da Mulher. Temos muitas conquistas a celebrar, mas ainda um infinito por fazer para que nossa sociedade seja mais justa. E isso começa com a ativa participação feminina na política. Analiso essas questões em artigo publicado hoje no Jornal do Comércio.

Yeda Crusius destaca importância de novas diretrizes para incentivar parto humanizado

Foto: Alexssandro Loyola

Saúde

O governo federal lançou uma série de diretrizes na quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, para humanizar o parto normal e reduzir o número de intervenções consideradas desnecessárias pelo Ministério da Saúde, como cesarianas. O anúncio foi feito pelo presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto. O governo também […]