PSDB-Mulher celebra 30 anos do partido com mais de meio milhão de filiadas

O PSDB comemora 30 anos de fundação nesta segunda-feira (25) com uma marca significativa para as mulheres: a filiação de 626.208 mil tucanas, o que representa 44% dos filiados. A data foi celebrada ao longo do dia pelas tucanas com inúmeras mensagens e vídeos postados nas redes sociais, na qual externaram o orgulho e a satisfação de pertencerem ao partido que contribuiu para a redemocratização do Brasil.

Fundado em 1999, 11 anos após a criação do partido, o PSDB-Mulher simboliza a força feminina dentro da legenda. O segmento ganha a cada dia mais destaque graças à sua organização, compromisso com a igualdade de gênero e a ampliação da participação feminina nas esferas de Poder.

No âmbito das comemorações, a presidente nacional do PSDB-Mulher, deputada federal Yeda Crusius (RS), relembrou a criação do Plano Real sob o comando do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e enfatizou a importância da criação do partido para o Brasil.

“Graças ao PSDB, o Brasil fez as transformações necessárias para obter uma economia estável. Ao Plano Real, criado em 1994, se seguiram muitas reformas de uma Constituição que nós ajudamos a fazer, apoiar e a reformar”, ressaltou a deputada.

Yeda Crusius também mencionou a Lei de Responsabilidade Fiscal, idealizada pelo PSDB, como um dos legados mais importantes deixados pelo partido. “Uma das mais importantes leis já criadas, a Lei de Responsabilidade Fiscal disciplina os gastos públicos, com base no princípio de que os governantes precisam ter controle de suas despesas e investimentos, ter disciplina, parcimônia e fazer hoje provendo para que se tenha no futuro”, acrescentou.

Confira o depoimento de outras tucanas sobre os 30 anos do PSDB:

Solange Jurema (AL), presidente de honra do PSDB-Mulher e ex-ministra do governo Fernando Henrique Cardoso

“Nos 30 anos do PSDB, nós temos que reconhecer que no cenário político nacional o partido teve posturas inovadoras que contribuíram muito para a consolidação do processo de redemocratização do nosso país. Dentre essas políticas, que são pioneiras, eu citaria as políticas de proteção social. Elas vêm sendo aperfeiçoadas e melhoradas ao longo da história, mas foi o PSDB que, pela primeira vez, reconheceu na mulher a protagonista da família. E colocou na mão dela o programa Bolsa Escola, que mais tarde se transformou no Bolsa Família.

Além disso, eu não posso deixar de citar que foi no governo de FHC que foi criado o Ministério da Mulher. Pela primeira vez na história do país, uma política pioneira voltada aos direitos das mulheres. Através disso, várias outras políticas públicas para as mulheres começaram a ser adotadas”

Izabel Lorenzetti (SP), coordenadora de Formação e Cidadania do PSDB-Mulher e presidente do secretariado de São Paulo

“Eu tenho orgulho de fazer parte deste partido. O que mais me anima e o que mais me orgulha de fazer parte do PSDB é que quando eu olho para trás eu vejo o que o partido vem deixado marcas positivas na história desse país. O PSDB deixa avanços na parte política, gestão pública, na economia. As medidas defendidas pelo PSDB foram definitivas para a evolução deste pais. De maneira geral, qunado fazemos um balanço, o saldo é muito positivo”.

Nancy Thame (SP), vereadora de Piracicaba e 1ª Vice-presidente do PSDB-Mulher

“Nós já tivemos momentos transformadores e que ajudaram a construir o Brasil. Durante a gestão do FHC, que trouxe junto o Programa Comunidade Solidária, presidido por dona Ruth Cardoso, pessoa muita à frente de seu tempo. Falar de PSDB é falar sobre Plano Real, sobre políticas públicas transformadoras e eu acho que tudo isso nos estimula e criou caminhos para que a gente pudesse transitar.

Em cada espaço, muito das contribuições é também a essência e o significado do partido para o Brasil. Ele surge em 1988 junto com a nossa Constituição Federal. Esse é o grande ponto. Se a gente tem uma Constituição cidadã, é justamente pela luta que tivemos nesse momento. Nosso estatuto está alinhado com a nossa Constituição e com esse momento histórico de democracia. Não podemos perder nossa essência e nossas raízes, que são os princípios que nortearam a construção desse partido”.

Mariana Carvalho (RO), deputada federal e pré-candidata ao governo de Rondônia

“A cada comemoração de aniversário do PSDB, sinto – me honrada em saber que já adolescente escolhi o caminho certo para ajudar na construção do progresso do Brasil e na melhoria da qualidade de vida da população brasileira. Desde os 16 anos, sou filiada ao partido que chega aos trinta anos com um elogiável legado para a nossa Nação, com destaque para a estabilidade econômica, o fim da hiperinflação e o avanço de importantes programas sociais”.

Adriana Toledo (AL), presidente do PSDB-Mulher de Alagoas

“Ao longo da minha vida pública e partidária, sempre fui filiada ao PSDB, a exemplo do nosso presidente Geraldo Alckmin. Eu sempre acreditei que o PSDB é o melhor partido para as mulheres. Foi no governo de FHC que foi criada a Secretaria de Políticas para as Mulheres, que teve como a primeira ministra a nossa alagoana Solange Jurema. E em nome de Solange Jurema e em nome da nossa presidente Yeda Crusius, eu quero parabenizar a todas as tucanas, especialmente aquelas filiadas que ficam na base lutando todos os dias para que a vida das mulheres seja melhor. Parabéns às mulheres e a todos os dirigentes. Salve o PSDB!

Shéridan (RR), deputada federal e vice-presidente nacional do PSDB

“Há 30 anos surgia o Partido da Social Democracia Brasileira. Um partido para dar ao país uma opção política à altura de seus desafios. Ao longo destas três décadas, o PSDB foi responsável por importantes conquistas políticas, econômicas e sociais. Implantamos o Plano Real, a Lei de Responsabilidade Fiscal, além de programas sociais que levaram mais dignidade às famílias brasileiras.

Como vice-presidente nacional do partido, sei que ainda temos muito a contribuir para tirar o Brasil desta grande crise. Enxugar a máquina pública é uma das nossas propostas. A ideia é que os cortes comecem pelo Legislativo, dando exemplo para que o Executivo e Judiciário também deem a sua contribuição.

Acredito que possamos, sim, primar pela responsabilidade, pela democracia, e acima de tudo, pelo futuro e o bem de nosso país e todos os brasileiros”.

Emanuella Moura (AL), Prefeita da Barra de Santo Antônio e membro da Executiva do PSDB AL

“Ao longo desses trinta anos, o PSDB mostrou que onde tem trabalho, tem resultados. Tenho muito orgulho em fazer parte desse partido com tucanos honrados como Fernando Henrique, Solange Jurema, Teotonio Vilela Filho, Rui Palmeira, Haroldo Nascimento e Abrahão Moura, entre outros tantos, com a certeza absoluta de que esse partido, e todos nós, ainda temos muito a contribuir com o Brasil”.

Lêda Tâmega, 3ª vice-presidente do PSDB-Mulher

“O PSDB Mulher celebra com brilho e muita proficiência os 30 anos de nosso partido, por meio das mensagens de três dignas representantes: Yeda, Solange e Adriana, que falam por todas nós e merecem nosso aplauso, assim como outras tucanas que saudaram este aniversário com diversas manifestações nas redes sociais. Às amigas tucanas nossos parabéns e nosso carinho.

Todas (os) nós que participamos dessa história desde os primeiros passos merecemos os cumprimentos, principalmente quem, como você [Yeda Crusius], entrou na briga, se expôs para defender da tribuna as teses do PSDB. Hoje congratulo-me com todas (os), mas presto um tributo especial ao saudoso Mário Covas, a chama que provocou minha adesão ao Partido, no dia de sua fundação. Que Deus proteja e ilumine os caminhos do PSDB!”.

Terezinha Nunes (PE), presidente do PSDB Mulher de Pernambuco

“O PSDB está fazendo 30 anos. Falar da sua competência para governar o Brasil é redundância. O PSDB teve o melhor presidente dos últimos tempos que foi Fernando Henrique Cardoso. Só aí já dá para saber da competência que o PSDB tem. Foi o homem do Plano Real, o homem que recuperou a economia brasileira. O PSDB também deu um grande exemplo para o Brasil com os programas sociais implantados pela dona Ruth Cardoso, esposa de Fernando Henrique. Foi ela que criou o Comunidade Solidária, hoje respeitado internacionalmente, e na época muito elogiado pela ONU. Dona Ruth Cardoso inspirou também a criação do Bolsa Escola. Foi essa sensibilidade de dona Ruth que fez com que o PSDB fosse um partido exemplar e, para mim, um partido que fez o que podia fazer pelo Brasil, desde a área econômica até a área social. Não surgiu nenhum outro de lá para cá para fazer a mesma coisa, por isso, eu gostaria de parabenizar o PSDB pelos 30 anos e que tenha muitos e muitos anos pela frente ainda para fazer comemoração”.

Mara Gabrilli (SP) deputada federal

“Eu não estou no PSDB há 30 anos, mas entrei no partido para trabalhar na área social e trabalhar para a justiça social. Eu fui encontrando uns parceiros que foram alimentando e nutrindo essa força de trabalho voltada aos Direitos Humanos. Foi no PSDB a criação da primeira Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência do Brasil, que eu tive a honra de ser a Secretária. Ela foi criada quando o Serra foi prefeito de São Paulo. É um ganho do PSDB. A primeira Secretaria de Estado dos Direitos das Pessoas com Deficiência também foi criada pelo Serra quando governador.

Depois essa comissão, na qual hoje sou presidente, a Comissão Permanente dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara também foi um projeto de minha autoria e de mais dois deputados cadeirantes na época, a Rosinha e o Walter Tosta. Essa também é uma conquista que pode ser considerada nossa! Principalmente quando a gente fala de pessoas com deficiência e outros temas, como as doenças raras, o PSDB é um partido que sempre esteve na vanguarda de tudo. E hoje, se eu fui eleita para uma função de perita na ONU, para monitorar a convenção da ONU em outros países, eu também devo atribuir isso a trajetória que eu tive dentro do partido”.

Fonte: Da Assessoria do PSDB-Mulher Nacional
Data da Notícia: 25/06/2018

2018-06-26T10:56:42+00:00 25 de junho de 2018|Tags: , , , , |

Deixe um Comentário