PSDB Mulher alerta para participação da militância feminina e mais mulheres políticas

A presidente nacional do PSDB Mulher, a deputada federal Yeda Crusius (PSDB-RS), comandou, nesta quarta-feira (28), a primeira reunião da Coordenação Executiva e Coordenadorias Regionais do Secretariado Nacional da Mulher (PSDB), em Brasília. Na presença das representantes nacionais e regionais, Yeda reiterou a importância da militância feminina e da participação de mais mulheres na política.

Yeda ressaltou que o momento é agora para “reverter as estatísticas” em que, tradicionalmente, apenas 10% das mulheres candidatas se elegem. “Queremos pautas extra-mulher, queremos pautas do país, da comunidade e do estado. O ano passado foi um período de conflitos e agora a coisa tem que andar”, disse ela.

A presidente de honra do PSDB Mulher, Solange Jurema, e das vice-presidentes do segmento Thelma de Oliveira, prefeita de Chapada dos Guimarães (PSDB-MT), e a vereadora de Piracicaba Nancy Thame (PSDB-SP), também participaram da reunião.

“Está na hora de a gente repensar o Brasil. Não se cria alternativas! O mundo passa por uma revolução e no Nordeste, por exemplo, não se criam alternativas de empregos. Precisamos de uma proposta de desenvolvimento para o Brasil e nós, mulheres, podemos começar essa discussão”, disse Solange Jurema.

Solange Jurema citou ainda a necessidade de debater políticas públicas para a educação infantil, por meio de uma eficiência proposta de implantação de creches, e escolas para crianças, assim como a adoção de medidas de alfabetização para jovens e adultos.

Homens

O presidente do Instituto Teotonio Vilela (ITV), José Aníbal, Raul Cristiano, integrante do ITV, também participaram da reunião da Coordenação Executiva e Coordenadorias Regionais do Secretariado Nacional da Mulher, em Brasília.

“Quero voltar para conversar sobre a questão da mulher com mandato. Os países nórdicos já maioria de mulheres nos parlamentos. O Brasil têm desafios histórico e culturais que as mulheres estão mais aptas a resolver, omo a educação por exemplo”, destacou Aníbal.

Raul Cristiano acrescentou que: “Sou militante do partido. É uma alegria ter acompanhado o trabalho das mulheres de São Paulo e do país. Vocês têm feito a diferença”.

Para Aníbal, é fundamental incluir na pauta de prioridades do PSDB Mulher o fim do analfabetismo, criminalizar o gestor que tolerar criança fora da escola e estabelecer um fundo independente para educação. “O PSDB tem as condições de recuperar a sua narrativa que está esgarçada. Tem pontos que precisamos preencher para sedimentar de novo e voltar a ser que o partido que transforma o Brasil”, disse ele.

Fonte: Assessoria do PSDB-Mulher Nacional
Data: 28/02/2018

Deixe um Comentário