Glenda Clara Antunes Ribeiro, 37 anos, empresária, desenhista industrial, natural de Passo Fundo/RS

  

Glenda Clara Antunes Ribeiro, 37 anos, empresária, desenhista industrial, natural de Passo Fundo/RS

Deputada, já temos uma das maiores cargas tributárias do mundo e ainda assim os serviços básicos de educação, saúde e segurança ainda são muito deficientes. De que forma a reforma tributária que a senhora defende, pode mudar este quadro sem diminuir o poder aquisitivo da população e travar ainda mais a economia?


Yeda Responde:

A atual estrutura tributária está completamente defasada. É um amontoado de retalhos que faz com que a burocracia, o custo de pagar imposto e a eficiência no fazer impostos render serviços à população não sejam os melhores possíveis. É por isso a necessidade de uma reforma tributária. Ela tem que simplificar o sistema e deixá-lo transparente, de forma que a distribuição dos recursos arrecadados seja voltada a uma federação mais equilibrada do que a que nós temos. Hoje, há uma grande concentração de impostos nas mãos do Governo Federal, faltando para os municípios que dão ali, na realidade do dia-a- dia a solução para os problemas que a comunidade quer ver resolvidos. É a eficiência do sistema tributário que vai nos levar ao fim da guerra fiscal entre os estados e à redução do custo-Brasil.

2017-09-14T17:11:17+00:00