Destaques

Destaques 2017-07-09T21:22:03+00:00

A força da mulher tucana

A ex-governadora, deputada federal e presidente do PSDB Mulher Nacional, Yeda Crusius, anuncia que tão logo o legislativo tome posse, em fevereiro, será realizado o primeiro curso com o PSDB Mulher para as eleitas. O curso, será realizado parceria com a Fundação Konrad Adenauer.

PSDB-Mulher e Fundação Konrad Adenauer reforçam aliança e definem estratégias para 2019

“A parceria entre o PSDB e a KAS já proporcionou resultados fantásticos em relação a representatividade feminina e na melhora dos nossos quadros dentro do partido. Espero que continuemos juntos capacitando o maior número de mulheres possível”, disse Yeda Crusius.

“Gritos de guerra como rosa-azul devem ser substituídos por ações e propostas”, diz Yeda

O vídeo viralizado nas redes sociais da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, no qual ela aparece dizendo que “Menino veste azul e menina veste rosa”, causou preocupação de uma boa parcela da população.

PSDB-Mulher fecha 2018 com chave de ouro ao aumentar a bancada feminina

Em 2018, as mulheres do PSDB fizeram a diferença dentro do partido. Em 2019, superando preconceitos e sendo resistência, prepararam-se para ocupar seu lugar de direito, investindo em capacitação e se organizando.

Repasse dos 30% às mulheres foi destaque para os resultados alcançados pelo PSDB-Mulher

O segundo trimestre começou com uma nova conquista para o PSDB-Mulher: a posse da primeira prefeita de capital. A tucana Cinthia Ribeiro assumiu prefeitura de Palmas, no Tocantins. A cerimônia foi prestigiada pela presidente do PSDB-Mulher, Yeda Crusius, e a presidente de honra do segmento, Solange Jurema. Também no mês de abril aconteceu o seminário “O papel da mulher na [...]

Yeda Crusius lamenta morte trágica de Gerson Camata

“Tempos difíceis pelos quais passamos! Que neste dia, tirou do convívio do seio de uma família, um pai, um avô, um marido e amigo de tantos. O Espírito Santo perde um homem público que dedicou boa parte de sua vida ao estado”, disse Yeda.