Desarranjos do governo Dilma precisarão de tempo para serem solucionados, alerta Yeda

A presidente do PSDB-Mulher, deputada Yeda Crusius (RS), usou seu perfil no Twitter, nesta segunda-feira (28), para alertar sobre a necessidade de um rearranjo da política econômica do país. Ela afirma que a herança maldita deixada pelo governo Dilma não será sanada em um passe de mágica.

“O desarranjo das políticas aplicadas no Governo Dilma foi tão grave que para rearranjar toma muito tempo. Preços não podem ser fixados pelo governo na base do ‘prendo e arrebento’. Triste herança para nossa economia, agredida pela corrupção, pelo desemprego, pela recessão”, afirmou a tucana.

Yeda afirma que o cálculo das perdas do desabastecimento provocado pela greve dos caminhoneiros vai além das dezenas de bilhões de reais. “Aulas interrompidas não têm preço, assim como em vários outros setores com seus serviços interrompidos. O mais sério é adiar o que não pode ser adiado: educação e saúde”, disse.

A parlamentar lamentou que se insista em obrigar a população a agir como se nada estivesse acontecendo, mesmo sem meios de transporte para chegar ao trabalho, por exemplo. “Enquanto não estiver claro o quadro da crise de combustíveis, continuo defendendo como o feriado. A população não deve ser exposta a uma rotina como se tudo estivesse normal. Não está”, alertou.

Texto: Djan Moreno
Fonte: Assessoria do PSDB na Câmara
Data da Notícia: 28/05/2018

Deixe um Comentário