Capacitação e mobilização, as armas do sucesso do PSDB-Mulher

Crédito da foto: Mauro Filho

A legislação eleitoral em vigor garantiu às mulheres pelo menos 30% das vagas nas chapas proporcionais. O Tribunal Superior Eleitoral assegurou que 30% dos recursos do fundo eleitoral sejam aplicados em candidaturas femininas. Mas a realidade mostra não basta ser mulher para ser eleita. Foi justamente por isso que o PSDB-Mulher decidiu investir na capacitação de suas candidatas.

Em parceria com a Fundação Konrad Adenauer e o Instituto Teotônio Vilela (ITV), o PSDB-Mulher promoveu, só este ano, a capacitação de 211 pré-candidatas, 81 aspirantes a uma vaga de deputada federal e outras 196 postulantes ao cargo deputada estadual ou distrital.

Para isso, foram promovidos três cursos no primeiro semestre de 2018. O primeiro aconteceu em Porto Alegre (RS) durante o mês de maio e foi voltado para as pré-candidatas das regiões Sul e Sudeste. Em abril, o segundo foi realizado em Recife (PE) com o objetivo de atender as pré-candidatas do Nordeste. O último, em maio, foi promovido em Belém (PA) paras as pré-candidatas das regiões Norte e Centro-Oeste.

A estratégia do PSDB-Mulher para capacitar suas filiadas e garantir a ampliação do espaço feminino na política, porém, começou bem antes, em 2013, assim como sua parceria com a Fundação Konrad Adenauer. Em cinco cursos promovidos naquele ano foram capacitadas 320 tucanas. De 2014 a 2017, mais de mil mulheres participaram dos cursos de capacitação patrocinados pelo PSDB-Mulher e Fundação Konrad Adeunaeur.

Clique AQUI e veja a tabela com o histórico dos cursos realizados entre o PSDB-Mulher e a KAS.

Fonte: Da Assessoria do PSDB-Mulher Nacional
Data da Notícia: 08/08/2018

Deixe um Comentário